segunda-feira, 15 de junho de 2009

Cor-Séría e Vício Primavera no Campus VI

Olá, pessoal.

Esse final de semana rolou o show no Campus VI, do Cor-Séría e Vício Primavera. E quem fala como foi é nosso amigo Guilherme, ex-Motocontínuo. Valeu Gui, pela participação e pelas palavras.

Abraçøs a todos!

Todas as fotos você confere aqui.

*****

O que será? O que sería?
por Guilherme Padovani

Primeiro show que fui da banda, e provavelmente terceiro show da banda. Campus VI, sexta-feira fria de junho, dia 12.

Chego no bar umas 8 horas da noite, 5 pras 8, pouca gente pra me receber (me assumindo celebridade da "cena", hehehehe), no Campus apenas uns vícios e umas cores-sérias, serías? Enfim... A outra banda que tocaria amarelou, sei lá por qual motivo... E, aliás, bêbado que estou, acho que só assim consigo escrever com o senso auto-crÌtico alterado e aceitar minha péssima retórica, hehehehehehe...

Lá pras tantas, com pouca cerveja na cuca, começa o show de luzes, cores-sérias, serías! Chega desse trocadilho, né, hehehehe... Cor-Séría assume a rédea de minha atenção, e, com atmosfera "britânica" (disse nosso ilustre e sortudo Régis) me remeteu à Manchester 70's, Liverpool pro Régis, mas pra mim Manchester, hehehehee...

Cor-Séría - Foto by Michel

De socos em socos, amenos, sérios e às vezes carinhosos, Cor-Séría atordoava os adversários, quase levando-os à lona. Não sei o nome dos sons, não sei quantos sons foram tocados, só sei que me senti próximo ao KO. E, pelo ouvido desatento de quem ouviu a singela "demo" dos meninos, gravada no fervor do início da banda (que é como início de namoro), mas ainda sem saber exatamente o que viria ser, sem a maturidade e coesão de uma banda com tempo de estrada, ouvir o show de hoje foi realmente chocante... Ponto pro Cor-Séría! E dos 3 eu diria, hehehehee...

O inevitável, e diria até iminente, fim, enfim veio, com os aplausos de quem gostou e todo rebuliço tradicional de fim de show. Na minha mente, a satisfação de um bom show, a confusão de quem esperava um show morno, sério, e viu honestidade e empolgação dos músicos (cada um do seu jeito). Assim me inscrevo no fã clube do Cor-Séría, não pela admiração que tenho pelo Z, o atual heroi do rock de Mogi, mas sim por ter visto um show ótimo de uma banda que se mostra em crescimento desenfreado (carta do magic alguem lembraa? hahaha).

Em seguida, se apresentou o fabuloso Vício Primavera, divertido, animado e já mto bem falado neste blog, considerando que meu texto será publicado no blog, hehehehe...

Vício Primavera - Foto by Z

Ah, sobre Régis sortudo do início do texto, é que rolou uma rifa pra ajudar a Aline em sua trip aos States, rifa valendo uma pintura da mesma... e adivinhem quem ganhou o quadro? O próprio Ragga Muffin, vovó sortuda do caralho!!! hehehehehe...

Sem mais me despeço e agradeço o espaço, caso o tenha conquistado...

Aqui vos fala Guilherme Padovani, ex-motoco e na promessa de surpresas, ao som de Waldick Soriano cantando o rei Roberto...

Beijos!!

12 comentários:

guimotoco disse...

Aeeee primeira intervenção!!!
valew pelo espaço aí Z!!!!

bjos!!

Regis Vernissage disse...

ok ok gui, tenho que concordar contigo que cor-séría é bem mais manchester que liverpool... tlvz o alto teor etílico que exalava de meus poros fizeram com que a confusão geográfica se instalasse em meus brains naquele instante, mas redimo-me em público... realmente esses 3 meninos me deixaram boquiabertos em minha também primeira experiência "live" com eles...
os queridos malditos do vício a cada show crescem exponencialmente e arratam um séquito cada vez maior de insones que, assim como nós, roubam microfones, louvam os guitarras, lambem os baixistas, se jogam na batera e se divertem como se fosse a última noite a ser vivida...
e fechando a noite sendo sorteado como o tutelador daquela belíssima obra de arte da genial aline bali, não teve preço, cara! muita felicidade transbordada...

caio costa amaro disse...

Nesta tentativa de compreender o segredo da vida, miro no princípio que destruir as minhas contradições é a única maneira de justificar cada segundo neste lugar, já que me cobram evolução...nunca nas respostas inteligentes, mas sempre nos questionamentos alimentados pelo o que pode ser!

Se pudesse escolher entre ser uma ejaculada da punheta dos homens
e das mulheres, ou algo fecundado na ocasião de um suposto amor perdido pela obrigação social, eu escolheria ser cama, chuveiro, elevador, canto da sala ou um banheiro às 6h da manhã perto de uma linha de trêm...valeu!

fernando lalli a.k.a. bôe disse...

"crescimento desenfreado (carta do magic alguem lembraa? hahaha)"

Gui, você não faz idéia do flashback ao qual vc me submeteu com essa citação, hahahaha!!! Tinha até uma Liga organizada de Magic aqui em Taubaté, com quatro divisões e tudo. Vinha nego de todo o Vale jogar aqui. Lembro que, em 1997, de mais de 100 jogagores, terminei o ano em 16º lugar [o que significava ser o último da 1ª Divisão, hehehe, tipo o Náutico da parada]. Mas, ó, meu baralho verde&preto, quando eu acordava num dia bom, botava na bunda de todo mundo. Só quando vinha aqueles baralhos filhadasputa de counter azul&branco com "Stasis" e "Cólera de Deus" é que me fodia. Baralho azul&branco, humpf... Viadagem do caralho.

Tá bom, tá bom, parei. O nerd de 14 anos foi dormir!

E eu estou [me] devendo a presença num Cor-Séria. O Vício já vi duas vezes e é qualidad garantizada. =)

Abraços saudosos de Mogee!

Zelenski disse...

Ninguém reparou que tem spoilers das surpresas prometidas pelo Gui, no texto? :P

Já que estamos falando de papo nerd, rs

Lucas Vício disse...

QUE NOITE SENSSACIONAL !!!
obrigado a todos que optaram por ir ao campus ao inves de apresentar a praça do habibis a sua(seu) parceira(o). VALEU GALERA ! .. show foda hein Z !!
abraço !

guimotoco disse...

chérie, desculpe te citar o tempo todo no texto, q culpa tenho se penso mto em vc? hahahahahah

André disse...

Eu concordo com o Caio, e realmente acho que uma iniciativa pra mudança climática no estado resolveria boa parte dos nossos problemas. Mas só a iniciativa, não a mudança em sí.

Fantástico o texto do Gui. Digno de um resenhista expert. Gosto muito tb do estilo Ragga Muffin de resenhar. Me lembra as resenhas das Rock Brigades da primeira metade dos anos 80. Procurem depois pra ver a semelhança.

Legal saber que o Guilherme sabe fazer bem alguma coisa, porque música ... rsrsrs

Esse show no Campus foi mágico. Teve uma aura especial, não sei explicar o que. As luzes amarelas ajudaram. Os quadros tb, e principalmente as bandas, casando totalmente com a atmosfera que o Campus tava emanando.

Adorei as luzes!!!! E que venham mais luzes!!

Dia 26 tem Give me a Break !!! Vamo que vamo!

André disse...

PS: Além da idéia das luzes amarelas, algo sensacional foi criado nesse dia no Campus. Tem a ver com Street Fighter, mas não vou revelar o que é, pois eu é que quero ficar rico.

T.D. disse...

Meia lua pra frente e sôco!!!! =D

Mentecapto disse...

CRESCIMENTO DESENFREADO;

Mágica instantânea.

A criatura alvo recebe +3/+3 até o final do turno!

O desenho de quarta edição era um ratinho do mal!

Regis Vernissage disse...

- magic
- rock brigade 80's
- street fighter
- pracinha
- banheiro às 6h da manhã perto de uma linha de trem

sessão remember: quantas lembranças.... rsrs